Instagram remove ícone do IGTV do feed principal

Atualizado: Jan 29

Você costuma acessar o Instagram TV (IGTV), seção da rede social dedicada somente aos streamings de lives e outros conteúdos em vídeo? Pois é, embora mais de 7 milhões dos mais de 1 bilhão de usuários mensais do Instagram já tenham baixado o app independente dessa plataforma, ao que parece, ninguém dá muita bola para seu botão dedicado na página inicial. E justamente por isso é que ele deve sumir. Lançado em junho de 2018, o IGTV veio para oferecer mais “tempo de tela” para os criadores e marcas. Mas, a surpreendente ascensão do TikTok ofuscou essa iniciativa. Só para ter uma ideia, o aplicativo chinês de vídeos musicais curtos foi baixado mais de 1,15 bilhão de vezes nesse mesmo período — somente nos Estados Unidos, o TikTok teve 80,5 milhões de downloads, em comparação com 1,1 milhão do IGTV, nos últimos 18 meses. Tudo bem que o TikTok vem recebendo investimento massivo de marketing em todas as partes do mundo, mas esses números podem ser considerados um fracasso para o IGTV. “Enquanto continuamos a trabalhar para facilitar a criação e descoberta de conteúdo IGTV, aprendemos que a maioria das pessoas encontra conteúdo IGTV por meio de visualizações no Feed, o canal IGTV no Explore, os perfis dos criadores e o aplicativo autônomo. Muito poucos estão clicando no ícone IGTV no canto superior direito da tela inicial no aplicativo Instagram”, disse um porta-voz da empresa do Facebook ao TechCrunch. "Sempre pretendemos manter o Instagram o mais simples possível, removendo esse ícone com base nesses aprendizados e nos comentários de nossa comunidade", acrescentou.

Usuários continuarão vendo o IGTV no Instagram O IGTV vai deixar de estar na página principal, mas continuará na rede social. Para acessar, você só precisa ira até a aba de Descobertas e entrar no botão, que fica na parte superior esquerda da página. Fora isso, nada muda. E, talvez, aí esteja o erro do Facebook no momento. Segundo especialistas os principais fatores para a baixa do IGTV no momento são a falta de ferramentas e oportunidades de monetização, conteúdos exclusivos pouco atrativos e limitações. As celebridades contratadas, por exemplo, não podem fazer quaisquer menções políticas, sociais ou sobre eleições e somente têm reembolso de custos de produção, sem lucro algum. Ainda não dá para saber ao certo qual será o futuro do IGTV, mas certo mesmo é que ele precisa de mais investimentos e nova regras de monetização, além, claro, de conteúdo — o próprio Instagram sabe disso e vem tentando solucionar essa última questão ao permitir que vídeos sejam postados a partir da interface principal. Se não mudar, o app corre o sério risco de ser ofuscado de vez por concorrente como o TikTok e o Quibi. Fonte: CanalTech - https://bit.ly/38qwICd

  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube

© Todos os direitos reservados - 2020 - Desenvolvido por                                                            

logO.png
whatsapp.png